[Música] Aprender sozinho na internet ou ter um professor?

By Alex Martinho | Assuntos Diversos

fev 22

 

Você decidiu aprender a tocar um instrumento! Abre o youtube e percebe que há inúmeras aulas e dicas. Há também inúmeros sites espalhados por toda a internet com informações didáticas sobre música, além muitos cursos e livros virtuais.

É possível aprender sozinho tendo acesso a isso tudo – em outras palavras, é possível aprender a tocar um instrumento de forma autodidata, sem professor?

Possível claro que é! Mas não é o caminho que eu recomendaria.

Esse assunto gera um ótimo debate, e são possíveis múltiplos pontos de vista bastante válidos. Não há uma resposta única, mas vou trazer minha opinião baseada nas mais de três décadas como aluno e professor de música.

Há exemplos de ótimos músicos que nunca tiveram um professor, mas são casos de exceção. Eu sempre prefiro ir pelo exemplo da maioria – se funcionou para a maioria certamente não foi por coincidência e sim por ser mais eficiente!

A maioria dos bons músicos teve, ao menos em algum momento, um mestre o auxiliando.

Sei que com o tempo as coisas vão mudando, tradições às vezes são rompidas, revoluções (como a internet) acontecem e caminhos antigos passam a não ser mais necessariamente válidos. Ainda assim recomendo que a partir do momento que você decide aprender um instrumento musical, a primeira coisa a ser feita é procurar o melhor professor que você possa, de preferência para aulas presenciais.

O fato é que hoje, com tanta informação disponível pela internet, um aluno iniciante fica na maior parte das vezes completamente perdido sem saber como assimilar tudo isso.

O que estudar? Em que ordem estudar? Por onde começar? E como filtrar a boa informação da informação errada? (sim, é evidente que há muita informação errada circulando pela rede, tanto informações teóricas como sobre todo o resto do aprendizado musical).

Só um bom professor para te ajudar a filtrar e organizar todas as informações!

E mais: principalmente no que se refere à parte técnica do estudo é essencial o aluno, desde o começo, ter uma boa orientação sobre o posicionamento das mãos e a maneira correta de treinar cada exercício, pois com isso se evita o surgimento de possíveis vícios errados de postura e execução muito difíceis de se consertar mais para a frente.

Após uma boa orientação inicial – o que na minha opinião deveria durar pelo menos seis meses – aí sim o aluno terá um discernimento mínimo necessário para estudar corretamente o material disponível na internet.

Se você mora em cidades mais distantes dos grandes centros por vezes fica complicado de se encontrar um bom professor em sua região. Tente ao menos conhecer músicos mais experientes, pegar dicas pessoalmente. E não tendo como encontrar ajuda presencial tente como segunda opção encontrar algum bom professor para ao menos algumas aulas a distância, onde ele poderá te dar as primeiras orientações e corrigir possíveis problemas técnicos.

Um ótimo estudo sempre e até a próxima!

Sobre o autor

Alex se formou com “honors” (méritos) pelo renomado Musicians Institute da California (EUA) em 1992. Já teve milhares de alunos ao longo de mais de 25 anos ensinando música, e em 2008 fundou sua própria escola, a Música Moderna, hoje uma das mais importantes do RJ. É um dos músicos mais conceituados do Brasil, com uma carreira de sucesso que inclui 5 CDs e 3 DVDs lançados, inúmeras colaborações em revistas especializadas (incluindo matérias e fotos de capa), já acompanhou artistas por todo o país e tem apoio de grandes marcas de equipamentos como Tagima, NIG, Santo Angelo, Albion e Sergio Rosar. É autor de "Teoria e Harmonia em 11 Aulas", um curso online completo para alunos de todos os instrumentos do nível iniciante ao intermediário.

Receba material didático de Alex gratuitamente!